Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O Inverno da vida

por seila, em 23.09.15

 

 O Verão acabou. Fecha a tua alma. Cerra os olhos, sente o mar, a areia e o sol.

Nada mais.

Tão perto da mente num momento inesquecível de prazer único.

Chegou o momento de deixar ir.

O sopro morno do Outono já se adivinha no caminho.

Escuta-o na duna, na falésia.

Chegará de mansinho sem que te dês conta.

E um dia os teus passos no pontão da praia param para admirar a vaga que no mar baila, brinca e se desfaz.

Bem longe no tempo, ficaram os blues que dançaste olhos nos olhos, a cumplicidade dos sorrisos, o entrelaçar de mãos, o aconchego dum ombro, o embalar dos teus braços, os pequenos seres que te olhavam suplicando carinho, protecção.

Momentos felizes.

Ah como às vezes é difícil crescer, amadurecer e apenas recordar.

O Outono já passou e o Inverno veio para não partir.

Não há tempo para memórias. Não te escondas. Não sintas medo. É tempo de um dia esperar tentar conseguir ver a luz.

 

 

 

Seilá, 23 de Setembro 2015

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:54


2 comentários

Imagem de perfil

De Kok a 05.10.2015 às 16:19

Olá! Quero agradecer a tua visita ao meu blog (aquela espécie de sala por onde passam os amigos comentando, ou não, sobre o que escrevo).
Volta sempre que possas e queiras mas sem grandes expectativas; o que ali exponho nem sempre são interessantes. Mas agradeço as visitas que me fazem.

Apetece-me dizer-te que o Verão só acaba quando nós quisermos porque o mar dos nossos sentires estão sempre em alta mesmo quando o Outono sopra ou quando o Inverno nos atormenta com rajadas de contradições. E porque a vida é um ciclo, logo volta a Primavera que nos alegra e fortalece fazendo-nos recordar que o Verão, o tal Verão, está quase, quase, a recomeçar trazendo-nos novos blues que tocados até poderão ser os mesmos mas que indubitavalmente nos parecerão novos.
De novo abraçados, bem juntinhos, os nossos beijos repetir-se-ão eternamente!

Como é meu hábito termino com beijos e sorrisos
§- não gosto de ter "ver" assim prefiro
Imagem de perfil

De seila a 21.10.2015 às 20:05

Olá Kok
Obrigada por retribuíres a visita e desculpa a demora na resposta, mas não fazia ideia de que tinha aqui um comentário.

Claro que vou voltar e quanto ao interesse do que expões deixa que sejam os teus leitores a decidir. Penso que terão sempre uma palavra a dizer, já que me pareceu que os teus posts são de boa disposição e talvez em alguns, uma análise caricaturada do assunto em que estão.

Gostei do que me escreveste. Eu gosto de sinceridade.
É verdade que a vida, tal como as estações do ano são cíclicas, mas não sei, acho que chega a uma altura que já nada é como foi, nem os mesmos blues tocados nos parecerão outros.

Não quero de modo algum contrariar as tuas expectativas, antes pelo contrário, desejo que prevaleçam sempre na tua vida. Eu é que já não espero tanto, mas prometo tentar deixar de ser tanto assim e passar a ser mais assim .

Afinal eu também gosto de sorrir, rir e brincar. Existem só alguns dias de desalento.

Desculpa pelo comentário tão grande. É um hábito meu.

Despeço-me imitando-te. Beijos e sorrisos


Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D