Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Mulher

por seila, em 08.03.15

 Ai que nem sei por onde começar. Então o melhor será ir pelo lado da brincadeira.

 

Se eu podia ouvir o concerto da sinfonia nº 3 de Mahler para solista, coro e orquestra sentada no sofá de minha sala, lá isso podia, mas não era a mesma coisa.

 

Porque há uma linha consistente que separa a imaginação da realidade, faz toda a diferença ouvi-la na óptima sala do grande auditório do CCB.

 

Neste dia, num palco onde talvez cinquenta por cento da Orquestra Sinfónica Portuguesa eram mulheres, onde a solista era mulher, onde esteve presente o coro feminino do Coro Nacional de São Carlos e também presente, por ser um coro juvenil apenas dois membros eram masculinos o Coro Juvenil de Lisboa e tão importante (para mim visto pela primeira vez), a Direcção Musical entregue também a uma mulher – Joana Carneiro, foi uma deliciosa maneira de passar o dia dedicado às mulheres.

Obrigada a todas por me deixarem ouvir, sentir o melhor da música exibida em quase exclusividade no género feminino.

Obrigada à minha companhia, minhas muito queridas imãs.

Obrigada por ter sido obrigada a cuidar da minha imagem para o evento.

Obrigada ao sol que brilhou e aqueceu este dia.

Obrigada por ser mulher.

Obrigada a todas as mulheres do universo que fizeram e marcam a diferença num mundo que persiste a querer continuar a ser exclusivamente masculino.

 

 

Seilá, 8 de Março 2015

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:48


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Elisabete a 09.03.2015 às 02:22

Obrigada por seres quem és.
Imagem de perfil

De seila a 16.03.2015 às 17:00


Olá Elisabete por aqui?

Eu é que agradeço, não só a visita como tudo o que representas na minha vida.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D